Mestre Ciça

Envie para um amigo

Nome Completo:
Moacir da Silva Pinto

Data e local de Nascimento:
20 de julho, no bairro do Estácio

Conte um pouco da sua história, como você iniciou no meio musical?
Comecei num bloco lá no Estácio mesmo, mas sou oriundo da bateria do Unidos do São Carlos. Na década de 70, mais ou menos, eu tocava caixa, marcação, fui diretor de bateria de um bloquinho lá na área do Estácio chamado de Mocidade Unida do Estácio. Meu irmão sempre trabalhou com música, então eu me espelho muito no meu irmão. Ele trabalhou com Martinho da Vila e até hoje trabalha com grandes artistas, e eu também, sempre na vida, acompanhei grandes artistas como Waguinho, Elza Soares, mas meu negócio sempre foi com escola de samba, bateria. Comecei como mestre de bateria mesmo em 1988 na Estácio, saindo da Estácio fui pra Unidos da Tijuca, carnaval de 98, depois me transferi pra Unidos do Viradouro, fiquei 10 anos na Unidos do Viradouro e agora estou há 2 anos na Grande Rio. Eu não queria ser mestre de bateria porque naquela época não era igual a hoje, tínhamos alguns problemas na sociedade.

Quando e como foi sua vinda para a Grande Rio?
Na Grande Rio eu comecei no ano passado, carnaval de 2010, quase vim pra Grande Rio em 98, mas não aconteceu, fui pra Viradouro, mas sempre tive vontade de estar na Grande Rio. Esse vai ser meu segundo ano na Grande Rio.

Existe algum desafio que você já passou na Grande Rio?
Meu maior desafio, sem dúvidas, foi substituir um mestre da altura do Mestre Odilon, sempre nota 10 aqui na escola. Substituir ele não é mole não, a responsabilidade aumentou pra mim, até você conquistar a comunidade, adaptar seu jeito de trabalhar, este desafio, pra falar a verdade, está sendo até hoje, mas eu to conquistando meu espaço, eu também vim de uma escola que fiquei 10 anos e o mestre que me substituiu passou a mesma coisa que eu passei.

E alguma curiosidade, você já vivenciou?
O que eu acho legal é que as pessoas falam pra mim que o Jayder nunca veio à frente da bateria da escola, e na minha vinda pra cá eu sempre falei ‘po seu Jayder, vem aqui na frente da bateria’ e ele gostou, no desfile das campeãs ele veio e hoje ele conversa comigo e a vontade dele é vir na frente da bateria, ele gosta daquilo que eu faço, eu acho isso muito bom porque eu vejo a vibração dele à frente da bateria, ele vibra como se estivesse fazendo um gol, fico muito gratificado.

Existe uma carga horária obrigatória pra função de mestre de bateria?
Eu sou um mestre de bateria diferente de todos os outros, eu, de fato, participo do carnaval da escola, você é testemunha que eu to no barracão todo dia, eu não tenho necessidade de estar no barracão, no nosso barracão que queimou eu tinha até uma sala, eu gosto de ficar vendo, eu dou minha opinião pro Cahê, pro Helinho, pro Jayder, eu falo o que eu gosto, o que eu não gosto, eu participo, eu não gosto de só dirigir a bateria. Mas eu tenho meus ensaios obrigatórios, terça-feira, sexta e domingo na quadra, fora os eventos da escola, os shows com a bateria e quando termina o carnaval já começa meus ensaios semanais de bateria, todas as terças-feiras.

Ciça, existe algum projeto que você incentive ou ensine a prática dos instrumentos da bateria à comunidade?
Eu tenho uma escolinha de bateria, na quadra da escola, ela funciona durante o ano, de maio a novembro, das 19hs as 20 e 30, nas quartas ou quintas-feiras, depende da disponibilidade da quadra. As aulas são para comunidade e são gratuitas, eu vou sempre lá, tenho minha equipe de pessoas que ensinam também, a escolinha é pra qualquer idade. Neste ano, a bateria da Grande Rio virá com 50 novos ritmistas na minha bateria que vieram desta escolinha que aconteceu durante o ano de 2010. O presidente Helinho já me ajuda muito neste projeto, mas é preciso um apoio maior, um incentivo, lá têm muitas pessoas carentes com talento e que precisam deste incentivo. É um projeto muito bacana e que durante este ano eu pretendo melhorar muitas coisas para que a escolinha cresça e possa dar bons frutos.

Como surgiu o nome de ‘Invocada’ para sua bateria?
Esse nome surgiu no desfile do ano passado. O apresentador e narrador Luiz Roberto disse, na transmissão do desfile, “esta bateria do mestre Ciça é ‘invocada’”, depois disso, quando acabou o carnaval, minha diretora de bateria, Tuca, me alertou sobre esse comentário, nós gostamos e a partir daí foi chamada assim a bateria, de ‘Invocada’.

Você tem alguma atividade ou profissão fora da Grande Rio?
Eu vivo da Grande Rio, vivo apenas como mestre de bateria. Em uma escola do tamanho da Grande Rio ou de outra do grupo especial, na dá pra conciliar outra profissão paralela a esta, tenho que me dedicar 24 horas à Grande Rio.

O que você tem a dizer para a pessoa que quer seguir a profissão de mestre de bateria?
Eu to com 54 anos, comecei lá traz com vinte e poucos anos. Tem que se dedicar pra caramba, você tem que saber tocar todos os instrumentos pra você passar o que você quer. Tem que respeitar os ritmistas, se você enganar os ritmistas você perde o respeito, isso eu aprendi com um mestre de bateria lá do São Carlos. Pro cara chegar ao mestre Ciça, tem que se dedicar muito, não é fácil não.

Se você não fosse mestre de bateria, o que gostaria de ser?
Eu seria mecânico de automóvel, essa era minha profissão quando eu comecei a tocar em bateria. Eu trabalhei mais de 20 anos como mecânico, depois vi que não dava pra conciliar as duas profissões e optei por ser mestre de bateria.

O desastre que queimou nosso antigo barracão vai influenciar na apresentação da sua bateria na Avenida?
Quando teve o incêndio, tivemos uma queda no rendimento da bateria sim, mas não só a bateria, todos na escola levaram um baque, ficaram muito tristes, eu peguei até o microfone um dia pra falar com todos eles que o fogo queimou nosso barracão, mas não queimou nossa vontade, nossa paixão pela escola. Esses dias que restam até o carnaval nós estamos conseguindo nos recuperar e eu tenho certeza que vamos fazer um desfile belíssimo e muito emocionante. Nossa fantasia não foi queimada e vamos dar um show.

Qual seu ponto fraco e seu ponto forte?
Meu ponto fraco, como todos falam, é o fato de eu passar muito a mão na cabeça dos ritmistas, sou muito bonzinho, às vezes isso não é muito bom. Em contrapartida, ensaio muito, cobro muito nos ensaios, nós ensaiamos exaustivamente.

Metre Ciça, qual sua ambição para o futuro?
Minha ambição para o futuro é ser campeão com a Grande Rio. Meu futuro a deus pertence. Quero continuar no carnaval, eu sou apaixonado por samba, sou muito feliz nisso que eu faço. Eu até brinco com os caras da bateria que se a Grande Rio for campeã eu vou subir no teto da quadra pra gritar é campeão. Eu falo até pras minhas filhas que não existe ninguém mais importante pra mim do que o carnaval.

Redação: Renan Calabri e Yuri Soares

Deixe um Comentário

Nome

E-mail

URL/Website

8 Comentários em “Mestre Ciça”

Comentário de abraco de edson do tamborim da viradouro
Na data: 13 de outubro de 2011 as 3:16 am

voce e 100000000000 cica

Comentário de Magno Edras
Na data: 5 de novembro de 2011 as 11:48 am

Eu também quero ver a Grande Rio Campea do carnaval com o Mestre Ciça !!!

Comentário de Amandinha
Na data: 8 de novembro de 2011 as 3:34 pm

Mestre Ciça, a conquista é o resultado do sucesso…
Você sempre será o melhor!!!

Comentário de Carlinha
Na data: 8 de novembro de 2011 as 3:37 pm

Mestre Ciça, se você olhar para cima verá o céu, se olhar para baixo verá a terra e se olhar para frente verá o seu sucesso…

Comentário de Dinha
Na data: 8 de novembro de 2011 as 3:40 pm

Mestre Ciça, a conquista é o resultado do sucesso!!!

Comentário de Luiz Carlos Santos
Na data: 28 de novembro de 2012 as 8:20 pm

Ciça, embora seja Portela de Coração te acho 1 exelente Mestre principalmente por vc. aceitar e conquistar os desafios q. lhe e imposto a Escola tbm ajuda pois esta no gosto de td mundo.
Não perco nunhum desfile e dou grande atenção quando entra a Grande Rio, te acompanho desde a epoca da são Carlos.
Este seu amigo torce muito por vc.
Faça como sempre 1 exelente desfile e de um show com a sua bateria.
Ficque com Deus 1 grande abço.

Comentário de mariana
Na data: 23 de agosto de 2013 as 2:47 pm

I love you too mch!

Comentário de Jonathan Coronel
Na data: 26 de agosto de 2013 as 10:43 pm

Eu também quero ver a Grande Rio Campea do carnaval 2014 com o Mestre Ciça :D